Laudo aponta morte por infecção da menina Lorrane Victória

O óbito não foi em decorrência de torção provocada por uma possível queda

O laudo do IML (Instituto Médico Legal) de Itapetininga enviado à polícia civil de Capão Bonito aponta que a morte da menina Lorrane Victória, de 7 anos, ocorrida no dia 31 de outubro em Capão Bonito, foi por infecção.

Ainda não identificaram o tipo de infecção, que pode ser desde hemorrágica até febre maculosa. A Polícia Civil continua com o processo de investigação através de inquérito policial e na próxima sexta-feira, dia 26, haverá nova diligência para ouvir o médico que realizou a necropsia da menina.

Familiares de Lorrane Victória relataram aos médicos nos primeiros atendimentos na Santa Casa de Capão Bonito que a menina havia sofrido uma queda na escola onde estudava, ocasionando assim uma pequena torção e inchaço na região afetada.

A menina passou pelo atendimento do Pronto Socorro da Santa Casa por três dias consecutivos, entre os dias 29 a 31 de outubro, e no domingo, dia 31, veio a óbito após sofrer complicações durante a transferência para o hospital referência na região.

Em nota, a Santa Casa de Capão Bonito confirmou que Lorrane Victória foi atendida em “três oportunidades”, e disse que em nenhum momento houve omissão no atendimento.

O hospital explicou ainda que durante a transferência, disponibilizou uma médica especialista para acompanhar a pequena paciente. “Prosseguimos com o acompanhamento dos fatos e externamos nosso profundo pesar aos familiares enlutados”, publicou o hospital.

Ainda no inquérito, a Polícia Civil apura se houve, ou não, algum tipo de negligência sobre a infecção que levou a menina à óbito.

Veja também